Guia da Biotina

Biotina, ou vitamina B7, é uma vitamina solúvel em água que faz parte do complexo de vitamina B – um conjunto de nutrientes fundamentais vitais para atividades metabólicas, nervosas, do sistema digestivo e cardíacas. A biotina ainda é um nutriente que auxilia os seres humanos a conservarem uma aparência jovem e atraente, visto que cumpre um papel importante na manutenção da saúde capilar, unhas e pele. Na realidade, a biotina recebe a alcunha de vitamina “H”, que decorre das palavras de origem alemã Haar e Haut que significam “cabelo e pele”. A biotina é habitualmente adicionada aos utensílios de beleza para cabelo e pele, embora não se admita que seja consumida muito bem pela pele e efetivamente tenha que ser ingerida com o intuito de ser inteiramente benéfica.

O papel da Biotina

A biotina cumpre um papel vital no corpo. Ela assegura a saúde da pele, sistema nervoso, trato digestivo, sistema metabólico e células. Um pequeno estudo sugeriu que a biotina e outros micronutrientes ajudaram a tratar neuropatia periférica, dor nervosa nas bordas que podem originar de problema renal ou diabetes. Complementos de biotina foram estudados como tratamento para uma sucessão de episódios. A biotina pode minimizar a resistência à insulina e os sintomas nervosos relacionados à diabetes tipo 2. o-que-e-biotina Porém, mais pesquisas têm de ser feitas. Certas provas preliminares revelam que a biotina pode auxiliar a fortalecer as unhas delicadas. Outros empregos da biotina – para condições como hepatite, perda capilar e Transtorno Depressivo Maior – não são fundamentados ou não foram experimentados. Porém, a grande parcela das pessoas não tem necessidade de suplementos de biotina. Conquistamos biotina nos alimentos de maneira natural. Nossos corpos inclusive reaproveitam a biotina que já utilizamos. A limitação genuína de biotina é muito rara. As mulheres grávidas algumas vezes possuem baixos níveis de biotina, então algumas tomam complementos de biotina. As vantagens e os perigos não são claros.

Quanta biotina você deve tomar?

Segundo o Instituto de Medicina da Academia Nacional de o-que-e-biotina Ciências , o valor aconselhado cotidianamente da biotina é de 30 microgramas para adultos do gênero masculino e feminino com mais de dezenove anos. Consoante o caso, o médico pode indicar uma dose mais elevada da biotina. Mesmo em níveis altos, a biotina aparenta ser bastante segura. Em contrapartida, os cientistas não sabem em que dose a biotina é capaz de começar a representar riscos à saúde.

Você consegue ganhar biotina naturalmente unicamente com as alimentações?

A biotina se acha naturalmente em vários alimentos. Germe de trigo, cereais integrais, pão de trigo integral, ovos, alimentos derivados do leite, amendoim, nozes de soja, acelga, salmão e frango são todos fontes de biotina. Biotina é capaz de ser encontrada também em alimentos como carnes orgânicas, ovos, abacate, couve-flor, bagas, peixe, legumes e cogumelos.

Quais são os perigos de consumir biotina?

A biotina parece ser confiável e muito tolerável, mesmo em níveis muito elevados. A quantidade máxima adequada de biotina ainda é uma incógnita. Se você possui algum incômodo de saúde, encontra-se grávida ou amamentando, consulte um médico antes de tomar complementos de biotina. Não forneça biotina a uma criança, a menos que um pediatra autorize. Caso você tome algum medicamento regularmente, converse com seu clínico antes de começar a utilizar suplementos de biotina. A biotina é capaz de enfraquecer o efeito de vários remédios. Em contrapartida, inúmeras drogas podem minimizar a quantidade de biotina, incluindo alguns antibióticos. Inúmeros medicamentos em combate a epilepsia podem reduzir a ingestão de biotina dos alimentos. Um suplemento, ácido lipóico, inclusive pode aumentar a necessidade de biotina. Comer clara de ovo cru em uma frequência habitual pode inclusive minimizar os níveis de biotina no sistema orgânico.

Guia da Biotina
Avalie esta postagem

Be the first to comment

Leave a Reply